Matinta  Perera, o segundo amedrontador, é a quarta estampa da coleção Réquiem– saiba o que é isso clicando aqui– . Se você ainda não conhece o primeiro, conheça o  “Boitatá – O primeiro amedrontador”,    Citação ancestral:   ” Bate na porta Bate no quintal, bate no homem se transforma em animal.   Pede fumo, pede café. São […]

Leia mais →

Boitatá, o primeiro amedrontador, é a terceira estampa da coleção Réquiem– saiba o que é isso clicando aqui– . Embora seu nome já tenha sido citado em “Acto2- Monstros de madeira”,  é somente aqui que conseguimos entender qual é seu papel.    Citação ancestral:   ” Até então ninguém havia o visto, somente escutado. Era possível, somente, sentir […]

Leia mais →

Monstros de madeira, ou carranca, foi a segunda estampa desenvolvida para a coleção Réquiem– saiba o que é isso clicando aqui– , em nosso conto ela vem para dar continuidade a introdução feita por: os donos da terra .   Citação ancestral:     ” Não sei bem de onde ela veio,   na verdade ninguém que eu conheci   […]

Leia mais →

Recordando 2014, “os donos da terra”,  foi a primeira estampa desenvolvida  para dar início a coleção chamada de Réquiem– saiba o que é isso clicando aqui– . Esta, foi desenvolvida com o objetivo de tentar representar em apenas uma figura, boa parte dos povos nativos daqui.     Citação ancestral:   ” No começo eles eram um […]

Leia mais →

Sim, elas falam. Réquiem é a possibilidade das estampas mais do que falarem, é a oportunidade delas até cantarem histórias. Todos esses desenhos que vão estampar o restante da Coleção de estampas da Brasa, que carrega esse nome -Réquiem– desde quando se iniciou. Isso foi lá em 2014 com a nossa primeira estampa, chamada: Os donos da […]

Leia mais →